Esmalteria: tudo sobre unhas de gel

Tudo o que você precisa saber para oferecer o serviço de aplicação e manutenção das unhas de gel, que estão em alta no momento

O costume de manter as unhas longas e/ou pintadas é uma tradição que já atravessa séculos e a história de personagens famosos em vários países. Há quem diga que o hábito de cultivar as unhas longas e pintadas tenha surgido na China, como um sinal de nobreza; outros, no Egito, na época de Cleópatra.

Independentemente da origem, as unhas longas e pintadas de diversas cores seguem sendo uma prática comum e bastante celebrada na nossa cultura, e o boom das esmalterias (veja aqui o que falamos sobre o futuro das esmalterias) e do desenvolvimento de produtos que facilitam e modernizam a atividade de manicure e pedicure é o maior exemplo disso.

No entanto, o crescimento das unhas é um processo que varia de acordo com os hábitos de cada pessoa, e por isso algumas mulheres não conseguem manter as unhas grandes e no formato mais adequado.

Se antes as unhas curtas e/ou fracas demais eram um problema que afetava a autoestima das mulheres que desejavam unhas longas e fortes, hoje existem alternativas práticas e acessíveis, como as unhas postiças em diversos tipos de materiais.

As unhas de gel são as mais populares no momento, e as esmalterias que oferecem o serviço de aplicação e manutenção desse tipo de unha são um diferencial no mercado da beleza, que é bastante concorrido.

Veja abaixo algumas informações importantes sobre as unhas de gel, que devem ser levadas em consideração antes de oferecer o serviço na sua esmalteria!

O que são unhas de gel e como são feitas?

As unhas de gel são uma cobertura de gel aplicada por cima da unha natural, que pode ser utilizada para manter o tamanho natural da unha ou alongá-la por meio da construção de camadas por cima de moldes próprios para isso.

Todo o processo demora em média duas horas, e é feito através da aplicação do gel UV sobre as unhas, que precisam ficar uma determinada quantidade de tempo secando sob a incidência de um aparelho que emite raios UV ou luz de LED. E posterior, ajuste da unha aplicada aos desejos da cliente – cor, tamanho, formato, etc.

Quem pode usar unhas de gel?

Apesar de serem mais procuradas e recomendadas para quem tem unhas quebradiças, que lascam fácil, que roem unhas ou cujas unhas não crescem muito, as unhas de gel também podem ser utilizadas por quem tem unhas grandes e saudáveis!

Nesse caso, o gel é utilizado para proteger, reforçar e aumentar a durabilidade da pintura das unhas, e também para fazer pequenos reparos quando uma das unhas quebra e a cliente deseja manter todas as unhas iguais.

Qual a durabilidade das unhas de gel e quais os cuidados necessários?

Se o serviço de aplicação tiver sido feito com qualidade e seguindo as orientações do fabricante, as unhas de gel não precisam ser renovadas até que a cliente deseje mudar alguma característica da unha aplicada ou aconteça algum dano ao molde escolhido, o que é bastante raro.

No entanto, é recomendado que se faça manutenções a cada 3 semanas, que é o período que a unha natural leva para crescer e o resultado desejado fica comprometido. As manutenções também evitam infiltrações das unhas e proliferação de fungos que podem comprometer a saúde das unhas da cliente.

É possível remover as unhas de gel? Se sim, como?

As unhas de gel são removíveis, mas o processo é trabalhoso e perigoso, o que exige bastante cuidado – sendo, portanto, uma das desvantagens do uso.

A remoção consiste em, basicamente, lixar a cobertura de gel aplicada, o que pode enfraquecer a unha por algum tempo.

Nos salões existem algumas técnicas para remover a unha de gel sem precisar lixar, usando removedores químicos e papel alumínio. Mas mesmo assim o processo resseca bastante as cutículas e a pele do entorno das unhas, então posteriormente é preciso hidratar as áreas afetadas.

Quais os materiais utilizados para aplicar as unhas de gel?

Os materiais utilizados para aplicar as unhas de gel são:  tips (para modelar a unha), primer (para evitar que a unha artificial se desprenda da natural), cleanser (para remover os excessos de gel), gel base, gel de construtor, gel finalizador, lixa, cola, pincel, óleo, toalha descartável, máscara, cortador, alicate, espátula e autoclave para esterilização.

É um investimento alto, mas que, com a contratação da profissional correta, poderá dar bastante retorno e prestígio ao seu salão.

 

 

Gostou desse artigo?

Deixe seu e-mail e que lhe avisamos quando houverem novos conteúdos.






Quais móveis devo comprar para o meu salão de beleza?

Está montando um salão de beleza e está em dúvidas de quais móveis deve colocar? Fica tranquilo que a gente te conta tudinho! Vamos lá!

Comprou um salão e agora não sabe por onde começar em termos de decoração? Pois bem. O primeiro passo, claro, é ter calma. Não é um bicho de sete cabeças como parece.

Depois disso, você precisa ter em mente quais serviços irá oferecer. Assim, saberá quais móveis e equipamentos precisa para oferecer o que o salão propõe. É importante ter em mente que há mobílias específicas para manicure e pedicure, cabeleireiros, depilação e sobrancelha. Assim, com os móveis ideais para cada função e, você consegue oferecer o maior conforto possível para seus clientes e funcionários.

 

Mas, antes de ir às compras, o conceito do negócio precisa estar bem estruturado. A partir da identidade da marca, você terá uma visão mais direcionada e saberá como atrair o seu público. Dessa forma, será mais fácil escolher quais mobílias se adequam à decoração do salão de beleza e a combinação entre si.

 

Dica importante: opte por móveis práticos, confortáveis e que sejam fáceis de limpar. Isso vai facilitar muito no seu dia a dia.

 

É fato que um salão de beleza deve ser um local limpo e bem arejado, certo? Dessa forma, os móveis devem ser condizentes com a limpeza do ambiente. Para isso, opte por aqueles que sejam fáceis de limpar no dia a dia.

 

Outro ponto a ser observado é a praticidade das peças. Além disso, preste atenção no conforto e boa aparência. Lembra da sua mãe falando que a primeira impressão é a que fica? Então. O design dos móveis pode fidelizar clientes na primeira visita.

 

Mas, não podemos deixar de levar em conta o custo-benefício. Um equilíbrio condizente entre qualidade e preços acessíveis é a pedida certa nesse momento!

 

O que deve ter em um salão de beleza?

 

O básico:

 

Para cabeleireiro: lavador de cabelo, cadeiras, mesas, espelhos, porta instrumentos.

 

Para manicure e pedicure: cadeiras, mesinhas de manicure, apoiador de perna, porta esmalte.

 

Para depilador: maca, cadeira, armário, mesa.

 

Para design de sobrancelhas: cadeira, conjunto de iluminação, espelhos, mesa.

 

Para a recepção: bancada, cadeira, sofás, poltronas, mesa, bebedouro. Pega bem ter uma bancada prática e organizada, para comportar as máquinas de cartão de crédito, o computador com o Programa para Salão de Beleza e manipular as redes sociais.

 

 

Agora, algumas dicas para otimizar o salão de beleza:

 

Opte por cadeiras hidráulicas, já que são bem confortáveis para o cliente e permitem que o profissional trabalhe de forma mais cômoda e prática. Além disso, invista em uma tábua para as sobrancelhas, depilação facial e maquiagem.

 

Já os lavatórios mais indicados são os modelos italianos, uma vez que podem acomodar pessoas de várias alturas, tem uma cuba profunda – o que facilita a lavagem de cabelos compridos – e, ainda por cima, serve de base para shampoo e condicionador.

 

Para deixar o salão de beleza mais espaçoso e aconchegante, use mais das paredes para encostar os móveis e deixe a circulação livre, para não atrapalhar nenhum profissional. Aliás, quando todos os clientes e equipe se sentem à vontade, o clima se torna mais harmonioso, motivador e, com certeza, convida os consumidores para voltar.

 

E aí, curtiu nossas dicas?