fbpx

Tipos de cabelos cacheados

Tipos de cabelos cacheados

Sem dúvidas os cabelos cacheados são tendência!

O que talvez você não saiba é que existem diferentes tipos de cachos.

Cada tipo de cacho precisa de tratamento e cuidados específicos.

Esse post é para você que tem cachos ou está em transição e ainda não conseguiu identificar qual é o seu tipo de cacho.

Aqui você vai conhecer os tipos de cabelos cacheados e o que cada um precisa.

Para facilitar o entendimento, vamos separar em categorias: 2, 3 e 4, com as subcategorias: a, b e c.

Ah, vale lembrar que o seu cabelo não precisa ter necessariamente uma única textura.

Se ele é uma mistura de dois ou mais tipos de cachos, é só você escolher quais tratamentos e cuidados se adaptam melhor ao seu tipo de cabelo.

Confira agora mesmo!

Tipo 2 – Ondulados

Esse tipo de cabelo não é nem liso nem cacheado.

Quem tem cabelos ondulados pode sofrer para definir as ondas.

No entanto, algumas alternativas, como uso de mousses e até rolinhos podem ajudar a definir os ondulados 2A, 2B e 2C.

Ondulados 2A:

Esse cabelo apresenta os fios levemente ondulados e com pouco volume. A raíz geralmente é lisa.

Esse tipo de cabelo é bem fácil de modelar.

Mousses são indicados para os ondulados 2A, pois definem sem deixar o cabelo pesado, dando um aspecto bem natural ao fio.

Ondulados 2B:

Apresenta ondas mais definidas, com um pouco mais de volume e frizz, no entanto, ainda são fáceis de modelar.

Ondulados 2C:

Esse cabelo tem mais volume e ondas bem definidas que apresentam mais frizz do que o 2A e 2B.

Os ondulados 2C ainda não apresentam cachos.

Tipo 3 – Cacheados

Esse tipo de cabelo já apresenta mais volume e frizz.

Quem tem cabelos cacheados muitas vezes sofre com os fios ressecados.

Por isso, o cronograma capilar é essencial para quem tem esse cabelos cacheados.

Cabelos Cacheados 3A:

Tem cachos bem grandes e abertos.

Esses tipo de cabelo é fácil de modelar com uso de produtos, como ativadores de cachos, por exemplo.

Cabelos Cacheados 3B:

Tem cachos médios e mais fechados, com mais presença de frizz.

Cabelos Cacheados 3C:

Os cachos são mais fechados e armados, o cabelo tem mais frizz do que os tipos citados anteriormente.

Esse tipo de cabelo requer mais atenção, pois precisa de muita hidratação para crescer saudável.

Tipo 4 – Crespos

Esse tipo de cabelo apresenta cachos menores que o tipo 3.

Quem tem cabelos crespos também sofre por causa do ressecamento dos fios.

Logo, é recomendado que além do cronograma capilar, sejam feitas umectações para deixar o fio mais saudável.

Por outro lado, os crespos são muito facéis de modelar e texturizar.

Crespos 4A:

São mais definidos e parecem molinhas.

Os cachos são bem apertados e quando esticados ficam em formato de “S”.

Podem ser utilizadas técnicas de texturização para deixar o cacho no formato desejado.

Crespos 4B:

São bem parecidos com os crespos 4A.

No entanto, esse tipo de cacho pode encolher mais e apresentar os fios mais ressecados.

Crespos 4C:

Diferente dos outros crespos, esses cachos crescem principalmente para cima, dando origem ao cabelo Black Power.

Então, eles apresentam bastante volume e precisam de um cuidado constante.

Como cuidar dos seus cachos?

Independente do seu tipo de cacho, você precisa cuidar os seus cabelos.

E para montar um bom tratamento para você, nada melhor que um bom salão de beleza.

Para ter o melhor para o seus cabelos, você deve buscar um salão especializado em cachos.

O Studio dos Cachos, por exemplo, é um studio especializado em cabelos encaracolados naturais ou em fase de transição.

Se você quer conhecer mais sobre eles, é só clicar aqui.

Além de cuidar de seus cabelos, no site deles você encontra diversas dicas para você mesma cuidar dos seus cachos.

Ah, o Studio dos Cachos também tem uma loja virtual que direciona você para os produtos certos para o seu tipo de cacho.

Dessa forma, não tem como não fazer sucesso com o seu cabelo natural!

E aí? Identificou qual é o seu cacho?

Então deixa um comentário aqui contando qual é o seu tipo 🙂

Ah, não esqueça de compartilhar esse post em suas redes sociais também!

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *